Ever tried. Ever failed. No matter. Try again. Fail again. Fail better. Samuel Beckett

terça-feira, 14 de maio de 2013

Chelsea 2-1 Benfica (Champions League, Leg 2 - 04/04/2012) @ Stamford Bridge

{Depois de curar a azia de Sábado passado é tempo de olhar em frente para a final da liga europa contra o Chelsea. E recordo quando fui ver o Glorioso atrás das linhas do "inimigo" em Stamford Bridge.}

Depois de torcer para que o Chelsea passasse aos 4º de final. E rezar para que se cruzasse com o Benfica. Não acreditei na minha sorte quando o meu colega de trabalho (do Chelsea) me disse que ia jogar contra o Glorioso. Comecei logo a fazer os possíveis para comprar um bilhete para Stamford Bridge.
Um camarada londrino e Benfiquista telefonou para o Restaurante Benfica em Kensal Green (que eu acho que já se chamou Sport London e Benfica há 3 anos) onde lhe disseram que já desde 2010 que o Benfica deixou de demonstrar interesse por eles como Casa do Benfica em Londres. E portanto deixou de haver qualquer forma de um Benfiquista comprar um bilhete em Londres.

Temos sempre a opção chico-espertista. Conheço outro tuga e Benfiquista que tinha o contacto de um "chico-esperto" que conseguiria bilhetes para o jogo por uns 85£. Este mesmo senhor é aquele que também arranja instalações Zon e semelhantes. Sempre a preços inflacionados. É incrível como, no que toca a arranjar qualquer coisa tuga aqui em Londres, acaba sempre por envolver estes "chico-espertos" que têm sempre de levar uma comissão ou suborno e que gerem uma espécie de cartel do produto que vendem. Apesar de estar numa cidade de 8 milhões de habitantes, no que toca a produtos tugas continuo a viver numa aldeia do interior.
O "chico" vendia por 85£ mas como a procura era tanta estaríamos até à hora do jogo para saber se realmente tínhamos bilhete. Então virei-me para o plano B(...ou será C?).

Perguntei ao meu colega V (um indiano com um valente sotaque americano e sócio do Chelsea) se seria possível arranjar-me bilhetes. Na altura que perguntei os bilhetes eram vendidos no site do Chelsea às mijinhas. Um por cada sócio nas bancadas mais foleiras. Depois fiquei a saber que conseguia por 85£ mas não na bancada familiar (de adeptos...em famíla). Seria então na boca do leão que ia ver o jogo. Não querendo esperar pela resposta do "chico" optei por esta e numa tremenda caga os bilhetes mais baratos ficaram disponíveis. E eu ia ver o Benfica na liga dos Campeões pela primeira vez.


Antes do jogo perguntei ao colega V se era normal haver espancamentos ou confusão antes dos derbys. Ele disse-me que tal não acontecia em Stamford Bridge e mais tarde tive a confirmação.
Estava no metro na Piccadilly Line e comecei a ouvir muitos cânticos de claque. Conforme me fui aproximando da estação de fulham Broadway comecei a ouvir cada vez mais Português e a ver cada vez mais vermelho. E até o meu colega ficou um pouco nervoso ao ver uma macha de vermelho aos gritos a entrar na carruagem em frente.
Ao chegar a estação era como estar na de colégio militar. "Glorioso SLB" era o que mais se ouvia. E fiquei bastante surpreendido ao ver tão poucos agentes da polícia à saída do metro. Pelo caminho ainda reconheci alguns adeptos NoName a armar alguma confusão nas esplanadas circundantes. E eu a encher-me de vergonha. Os adeptos de casa chegavam civilizadamente enquanto que a "minoria" de fora atirava garrafas para o chão e gritava a quem passava.

Entrei num pub tipicamente inglês para encontrar uma casa cheia de adeptos de azul e branco. E, talvez por ser essa a cor, senti um nervoso miudinho de ser descoberto. O V disse para não me preocupar e tinha razão. Depois telefona-me o M a dizer que o segurança do pub não o deixava entrar. Questionei-me se não era ilegal alguém recusar alguém entrada num pub apenas por esse vestir um clube diferente. Mas engoli o orgulho saí porta fora cumprimentei o meu colega efusivamente enquanto o segurança perguntava "But...do you support chelsea??" ao que respondi mostrando a tshirt que trazia por baixo. Sim, eu sei que é triste, mas como não sabia onde me ia meter (ver o jogo em lugares que só são vendidos a sócios do Chelsea)  levei a tshirt do chelsea vestida e o cachecol do Benfica no bolso do casaco. Para o caso de haver alguma confusão podia ajudar a acalmar alguns ânimos. E, neste caso, fez com que o M pudesse entrar no pub.

O caminho para o estádio foi algo memorável. A quantidade de adeptos que subitamente invadiu as ruas e que ia ordeiramente para o estádio  Foi uma lição de civismo que não esperava encontrar nos dias de hoje no mundo do futebol.

Nos lugares onde me sentei tinha uma bandeira do chelsea. Todos os lugares do estádio tinham uma bandeira e...talvez por ser tuga, pensei: "Mas porque é que não roubam as bandeiras das cadeiras ao redor? Sempre dava para fazer uns guitos.". A verdade é que ninguém o fez. E, mesmo no final, quando quiseram levar uma sobresselente, perguntaram aos que estavam à volta "is that yours?".

Os cânticos "Blue is the colour"..."C'mon Chelsea!" "Coz we are the famous CFC"... constantes e afinados que me fazia acreditar que, depois de vir a Samford Bridge, não há como não adorar este clube. No entanto o estádio pareceu-me tão pequeno e velho. Apenas 42mil!

No início do jogo tentei disfarçar o meu apoio de cada vez que o ataque do benfica acontecia. Mas rapidamente deixei de conseguir. E não passou muito tempo até uns colegas do lado começarem a reparar. Pudera...os únicos 3 naquela bancada que ficaram sentados no golo do Chelsea...mas que se levantaram efusivamente no do Javi.


Eu cheguei mesmo a gritar GOOOLLLOOOO...seguido de "oh...that's a shame..." enquanto o M me puxava para baixo dizendo "cala-te" entre dentes.

A arrancada e golo do meireiles foi algo de inacreditável (grande golo, para ser honesto)...um bico que parecia que ia para a bancada e cai ali mesmo ao ângulo  Algo, para me fazer lembrar que apesar de estar em Londres...este tripeiro ainda joga de azul...e ele fez questão de festejar efusivamente. Algo me dizia que era mais do que um golo para os blues.

Uma grande experiência. E a certeza de que amanhã teremos um grande jogo.











Entretanto descobri que eles já têm um cantico da final...espero que não saibam a letra amanha.

5 comentários :

sara Teixeira disse...

Depois de ler quase fiquei com vontade de ser entusiasta do futebol.
Ao que parece e segundo as tuas palavras podemos ter experiências divertidas.

Descobri o teu blog quando andava a procura de " exemplos de cv do reino unido " ( ou coisa parecida mas neste sentido...) no google e estou a adorar ler :)
É divertido e interessante.

P.s- Acho que fiquei com vontade de ir a Londres, talvez tenha sido um " London calling" que se abateu sobre mim! :)

pbarbosa disse...

Mais uma que vai bazar...

Eu já percebi que aquele post do "exemplo de cv do reino unido" é muito popular...

já o passei a uma data de gente e já tenho o meu cv naquele formato...

Em Julho lá vou eu novamente, vou ver a "Opportunities Overseas Expo" para ver o que andam á procura nas "Áfricas" deles ( australia, new zealand, canadá )

sara Teixeira disse...

é popular porque é útil....

Morar em Londres não me apaixona, mas neste momento acho que devemos abrir a nossa mente e explorar todas a possíveis e miseras oportunidades.

Eu ainda ando a explorar opções. Recém-licenciada não sei bem para que lado me virar. Mas sei que parada não vou a lado nenhum.

London Calling disse...

eu não sei se será util a todos. Mas foi algo que não encontrei na web quando procurei...como muitas outras coisas que entretanto fui escrevendo (e muitas mais que estão na prateleira).

E ainda hoje vejo nos noticiários portugueses, candidatos de cv na mão formato europass para uma oportunidade num outro qq país da europa...se um recruiter demora em média uns 3s para descartar um cv... o que é que acham com um que diz a tua morada nr de BI (ideal para roubo de identidade) e depois a escola básica em que andaste e quando ganhaste o premio de melhor projecto no 9º Ano...não interessa nem ao menino jesus.

Uma coisa que o (agora) famoso Miguel Gonçalves diz, e bem, é que tens que te saber vender...e em 5 min mostrar o valor que vais acrescentar à empresa...
ora a esmagadora maioria das pessoas que eu conheço com canudo pensam no que é que a empresa vai oferecer a eles...e nunca questionam o principal. Logo se isso se transmite no cv (a falta de noção do que importa para a empresa...e apenas um despejar de tudo para ver se algo morde) é normal que não telefonem de volta.

Eu tive a sorte de um recruiter de cá me ter perguntado isso e ter-me enviado um cv exemplo...senão ainda hoje tinha aquele cv europass. E um motivo extra para achar que esse formato (e a minha exp) seria interessante para outros foi que depois de mudar comecei a ter chamadas...incluindo da microsoft. Logo se uma empresa "a sério" achou o meu cv interessante é porque deveria de estar a fazer qq coisa certa.

Mas acho que cvs nas areas artisticas deverão de ser obrigatoriamente diferentes deste formato. têm de ser uma parte do portfolio...e aqui, novamente, o tuga exagera. Conheci um caso de uma arquitecta que, mesmo depois de ter trabalhado em londres 1 ano, criou um cv interessante em formato...mas onde colocou TODOS os projectos da empresa como seus. Eu, que nem percebo nada da área..., não acredito que alguém com 1 ou 2 anos de exp profissional tenha trabalhado em 5 projectos em várias cidades do mundo e que curiosamente são todos os que estão no site do atelier como projectos feitos no passado... pode ser muito bom profissional mas logo aí cheira a esturro e pode levar com o caixote do lixo mesmo antes de se poder explicar.

Também acho que a esmagadora maioria dos licenciados em portugal nunca vai encontrar emprego na área. Nem o iria antes da crise. É um ensino deslocado da realidade. E também questiono a capacidade de muitos destes licenciados, quando chegámos a uma época em que é mais difícil entrar na faculdade (ter nota positiva na específica) do que concluir um curso. Quando a taxa de sucesso de um curso é de mais de 90%...algo está errado.
E fico contente que muitos saiam agora. Só lamento que tenham esperado tanto. Que tenha sido o último recurso. E a realidade para muitos é que aqui os de áreas semelhantes também penam para encontrar emprego. Também estagiam a troco de nada. Também sentem vontade de emigrar. Mas isso não passa nas noticias em Portugal. (ainda esta semana se falou que o serviço de urgencias tem de mudar (cortar custos) ou enfrentar o fim).

Sair. Vir para Londres ou qualquer outro local não será necessariamente melhor. Mas é bom porque, mais não seja, por ser diferente.

peixuni disse...

este ano tenho memebership do chelsea :)
o ano passado so fui ver um jogo pk um colega meu,membro tb,conseguiu um bilhete extra por 25£!!!

Popular posts

Followers :

Tags

Closed Stations

Tag Cloud

Music Portugal Gigs Tube City Life Cultures Banksy Street Art TV Elections Festival Holborn Sainsburys Workplace flat hunting Brexit Football Lisboa bicycle Eleições GDIF Snow Sport arquitectura BBC Britain Canary Wharf Charities Comedy Deolinda Emigration Greenwich Humour Photography commute wage Ahhhh Saudadeeeee Arte Beer Benfica Camden Town Chelsea Chinatown ClaphamJunction Emigrante English English People Euro Flu Graffiti Halloween Islington Movies NHS Old Street Olympic Games Oxford Street Rough Trade Royal Family Seinfeld Tax Tooting Trafalgar Square Urban Voo Weather theater Accent Anniversary Argentina Art Bank Bank Holiday Boat Race Brasil British Museum Buenos Aires Cambridge Christmas Lights Christmas Tree City Docs Drinks EasyJet Economics Entrevista Euro 2012 Europe Holiday Ice Impostos Iran Ireland Jornalismo Language Livros London Marathon Lost in translation MEC Marathon Meditation Metronomy National Insurance Number National Portrait Gallery Nevão New Oxford Street Notting Hill Oxford Circus Piccadilly Circus Pub Referendum Riot Roller skate Royal Weeding Santa Scotish Scotland Sintra South Bank TimeLapse Union Chapel Vencimento Volcano World Cup coffee cycle economy lux nurse AI Alain de Botton America Anarchy Ano Novo Chinês António Damásio Apple Arcade Fire Argos August Balham Barbecue Beach Beckett Bed and Breakfast Benefits Big Ben Big Train Blasted Mechanism Blitz Blur Boeing 747 Bomba Boobs Booze Boris Johnson Brighton Bristol Britcom Brixton Bus Business CCTV CSS CV Cannon St Caribou Cell Cerebro Champions League Charles Dickens Cheias Chevrolet Cicio Cities City Airport Cloud Clubs Colégio Militar Comic Relief Consulado Covent Garden Cowards Cricklewood Croydon David Bowie Deflation Dia de todos os Santos Dublin East London Edward Hopper Eficiencia Einstein Euro 2016 Eyjafjallajokull Facebook Fado Figo Filand Flatiron Flight Friends Gherkin God Goodbye Gray's Inn Guincho Harrods Helpfull History Homeless House MD Hugh Laurie IPad Iceland Income Tax Interpol Iphone Jamie Oliver Jeremy Clarkson Jessie J Jobs Jogging Jonathan Ross José Saramago KOKO Katie B Kings Cross Laughter Lewisham Leyton Lianne Las Havas Litle Britain London 2012 London Bridge London Dungeon London Eye London Film Festival London Sealife Love Lupini MOD MS Madame Tussauds Madeira Maria Rita Marylebone Massive Attack May Mayor Mercearia Michael C Hall Microsoft Momento alto Money Monty Python Moonspell Movember Moçambique Mumbai NIN NYC National Insurance Nero Nuclear O2Arena OK Go Organ Oxford Oyster Pancake Paquistan Paralympic Games Peckham Pink Floyd Pistorius Play-Doh Poetry Pompeia Pontos da Semana Poppy Porto Primitive Reason Putney RATM Randy Pausch Recital Rejection Letter Religion Remembrance Day Renting Return Robert Capa Rota do Chá Royal Guard Run Rush Hour Rússia Save Miguel Saúde Science Shard Sikh Simpsons Sky Slang Sleet Space SpaceInvaders Sport Relief Square Mile St Patrick's Day St Paul's Cathedral Staind Stamford Bridge Storm Stratford Street Poet Strike Subsídios Summer Sun SuperBock Surf Swearing TFL TV Licence TV ads Tank Man Tea Telemovel Tesco Thames The Portuguese Conspiracy The Scoop The Smiths Tiananmen Tories Tower Bridge Tremoço Twitter UK VAT Vertigo Volvo WakeUpLondon Walkabout Waterloo Wembley Wimbledon Winter climbing code dEUS didgeridoo discotexas flat mate geek living cost march moulinex news pastel de nata plugs and sockets protest skyscraper west end