Ever tried. Ever failed. No matter. Try again. Fail again. Fail better. Samuel Beckett

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Listen to Taxman - Imposto sobre rendimentos no Reino Unido



Quando comecei a procurar emprego em Londres (estando ainda a trabalhar em Portugal) era uma luta tentar fazer-me entender com os recruitment agents relativamente ao meu salário actual e o pretendido. Um chegou-me mesmo a dizer "impossível!". E eu, fodido com ele, a repetir os valores.
Acontece que nós, tugas, teimamos em falar de ordenados em termos líquidos (depois de aplicados os impostos) e mensais. (Também gostamos de traduzir os ordenados de outras economias para valores mensais líquidos e depois "esquecer" que somos dos poucos países que ganhamos 14 vezes ao ano...mas isso é outra história). Mas no Reino Unido, EUA, Austrália... todos referem ordenados do valor Anual e brutos (antes de aplicados os impostos).

Depois de encontrar alguns anúncios e de ter tido uns conselhos de recruiters lá tive uma noção da margem de ordenado que seria aceitável pedir. Mas depois ficava sempre sem saber o que é que poderia contar ao fim do mês. Então descobri o listen to taxman. É um formulário online gratuito onde podemos simular o nosso vencimento e ter descriminado os impostos que nos vão ser descontados. E, mais importante que tudo, o ordenado líquido que vamos receber.

Claro que podemos ir procurar esta informação nos locais oficiais. A Her Majesty's Revenue and Customs (HMRC) é o equivalente à Direcção Geral de Impostos (DGCI) em Portugal e tem muita informação sobre os impostos sobre vencimento. À semelhança com Portugal, no Reino Unido temos trabalhadores por conta de outrem e por conta própria. Os trabalhadores por conta própria (self Assesment ou self employed) funcionam como os trabalhadores a contracto ou recibos verdes em Pt. Recebem sempre o ordenado bruto na conta, passam recibos, e depois têm de declarar rendimentos até final de Janeiro e pagar os respectivos impostos. Um pouco como a febre da época de declaração do IRS.

Da mesma forma que em Pt existe uma dedução à colecta aqui os trabalhadores por conta de outrem recebem o vencimento já depois de aplicados os impostos. Para este tipo de trabalhadores existem dois tipos de impostos aplicáveis. O National Insurance (segurança social) e o Income Tax (IRS). Existem três escalões para o Income Tax de 20% 40% e 50%. O esquema de Income tax também é designado por PAYE (pay as you earn).

Recentemente um anónimo deixou-me um comentário sobre o que ia receber de um ordenado bruto de 17399£ e quais os impostos que pagaria. Esta é parte da resposta.



Se fores lá[listentotaxman] e colocares o valor que te disseram aquilo descrimina quanto pagas de impostos e quanto vais receber no bolso. Que será o Net Wage. Pelo que eu vi será 1196.95£ mensais.
pelo que vi pagas de income tax (IRS) a banda dos 20% (a mais baixa de todas. a normal). E depois ainda tens o National insurance (seg social). acho que o valor que pagas é de 7%.
mas as tabelas estão aqui:
http://www.hmrc.gov.uk/rates/nic.htm
se bem que muito confusas. por isso acho melhor confiar no site. Em 4 anos sempre bateu certo com os meus recibos de vencimentos (payslips).

Estes impostos podem mudar se fores self employed (tipo recibos verdes). mas acho que n é o teu caso.
Eu gosto da forma de calcular o IRS cá por parecer muito mais simples. Em pt tens de fazer a tua declaração de IRS...e depois começas a inventar facturas e recibos para tentar reaver ou baixar o valor a pagar.
Aqui n ha nada dessas tangas (que me parecem apenas um motivo para ter uma margem de manobra maior para pagar menos impostos).
Aqui tens o Tax free Allowance (o tal que perguntavas acima). Que é um valor do teu ordenado bruto no qual não são taxados impostos. Este valor muda, normalmente, todos os anos pelo governo para controlar de que forma pode ajudar as familias. Por exemplo quem ganha realmente pouco (tipo 12K como num caso que conheço) pagam impostos apenas sobre uma pequena parte dos rendimentos.

falando do teu caso em especial.
Gross Pay £17,399.00
Tax free Allowances £8,105.00
Total taxable £9,294.00
salario bruto - o tax free allowance = ao salario que vai levar com impostos em cima.
logo é "só" sobre estes 9294£ (valor anual) que vão ser taxados os 20% de income tax e os 9% de National insurance. E ficas livre de fazer qualquer papelada para entregar o IRS. Simples!
Tentando não baralhar as coisas:
Isto funciona para o ano fiscal que termina em Abril.
Logo algo que descobri este ano é que se começas a trabalhar por exemplo no inicio do ano vais pagar mais impostos do que devias (porque o calculo da % é feito tendo em conta um ano) e como tens o allowance é provavel que te devolvam todos os impostos de income tax (os 20%. O NI fica sempre la) daquele ano fiscal!
(se te parece confuso. não penses nisto agora. Podes reclamar este ano até 4 anos depois.)

Resumindo. Vendo o ordenado em termos mensais:
Gross Pay (ordenado bruto) £1,449.92
Tax free Allowances (ordenado não taxavel) £675.42
Total taxable (ordenado que leva com impostos) £774.50
20% income tax £154.90
National Insurance £98.07
Total Deductions (total impostos) £252.97
Net Wage (ordenado liquido) £1,196.95

Falando de um assunto diferente. Eu acho que por leu têm de te dar 22 dias de férias. Mas cheguei a ver empregos onde os feriados eram incluídos como férias...logo na realidade só tinhas 14 dias. Tenta confirmar isto antes de assinar contracto.
Cuidado com os dados pessoais que dizes a estranhos (mesmo que parece uma empresa). Conheci tanta gente que colocava o nr do BI no cv... isto torna facílimo alguém criar uma conta bancária em teu nome e créditos (identity theft).

E num registo já um pouco diferente mas importante para quem está a pensar naquilo que consegue tirar do seu vencimento:

Acho que existe também uma ideia falsa dos ordenados em londres (ou reino unido). É importante ver o custo de vida e ignorar o valor do ordenado em euros (como disse no post). A minha primeira renda por um quarto em old St foi 610£ mensais sem despesas. Hoje será umas 800£. Claro que existe quem consiga rendas a 500 ou mesmo 400 (onde eu não morava nem que me pagassem) por quarto. Mas é sempre mais complicado pagar um quarto sozinho e ainda mais dificil pagar um flat sozinho. é importante vir com algumas poupanças porque no dia que assinares contracto da casa normalmente pedem-te logo 6 semanas de renda adiantada.

Em portugal temos a mania de falar em ordenados liquidos mensais. Aqui, normalmente, fala-se em ordenados brutos anuais.

O ordenado médio no reino unido é de 26500£.
http://www.bbc.co.uk/news/business-20442666
Acho que deves de ver isto como referencia e comparar com a media em pt e com o ordenado que ganharias em pt (acho que a media em pt está nos 800€ mensais) antes de pensar em partir.
As mesmas areas que em Portugal estão saturadas também o estão aqui. Mas se aqui tens oportunidade de trabalhar e em pt não, então, é uma decisão simples.

Um casal precisa de um ordenado de 52 mil £ para sustentar uma família em londres.
http://www.guardian.co.uk/money/2012/mar/28/families-52000-income-london-rent

uma média de 3500£ mensais para suportar uma apartamento com 2 quartos em londres.
no entanto o mesmo estudo diz que o vencimento tipico de uma casa em londres é de 35mil£.

Isto tudo para mostrar como londres é realmente cara e que pode tornar-se insustentável mesmo quando os ordenados em euros parecem tao aliciantes.

7 comentários :

Joana disse...

Uma amiga minha paga £500 por um quarto em Holborn e essa zona não é 'má'...Não podemos partir do princípio de que se um quarto é mais barato, então é horrível ou está numa zona cheia de crime. Isso é como toda a gente que presume que porque moro oficialmente na Amadora, estou sempre a ser assaltada. Vivo aqui há cinco anos e nunca fui, no entanto colegas e amigos que vivem em Lisboa já foram, mais do que uma vez. Acho que se consegue quartos bons por preços mais baixos em Londres, por vezes os senhorios querem arrendar com urgência ou algo do género. Não tenciono pagar £600 quando chegar a Londres e acredito que conseguirei algo minimamente decente por menos do que isso, com despesas incluídas.

London Calling disse...

é preciso ter cuidado com as expectativas que geramos com a história do "conheço quem tenha...".

Eu trabalho em holborn e posso dizer-te que 500£ sem despesas por um single bed (nem sequer o double bed que deves estar a procura) "nem fodendo". A sério...é impossível...nem em holborn nem, provavelmente, na zona 3!

Quanto ao quarto da tua amiga. Conheço uns 3 predios com um aspecto chungoso e com malta chungosa a viver la. Apesar disso holborn é uma zona de advogados. uma zona rica onde existe flats com piscina interior por uns milhares de libras por mes.
Por 500£ talvez possas arranjar num desses prédios um quarto com alguém que está ilegalmente a subarrendar. Sendo habitação social essas pessoas vivem, muitas vezes, sem pagar renda às custas do contribuinte. Logo é normal que alguns subaluguem quartos para ganhar uns trocos...e isso é ilegal. No dia que for descoberto estás na rua.
Outra situação é o de pessoas que querem arrendar um quarto na casa que estão a comprar...queres mesmo viver com o teu landlord reformado (mesmo assim n acredito que oferecessem 500£).
O mais normal é ser um flat que varias pessoas alugam e depois temtam preencher os restantes quartos com desconhecidos. Claro que nunca vão dividir tudo...tu acabas sempre por pagar mais já que eles é que têm o risco de pagar um quarto vazio durante uns tempos.
Se esse for o caso repara nos preços de holborn para um flat a dividir com 3 pessoas...:
http://www.rightmove.co.uk/property-to-rent/find.html?locationIdentifier=REGION%5E87513&sortType=1&minBedrooms=3&maxBedrooms=3

o mais barato que encontro é de 565£ por semana...2683 por mes...que se fosse dividido por três de igual forma seria 895£ por mes...sem despesas. sou capaz de apostar que, sendo o mais barato na pesquisa, não existe. As agencias criam quarto e flats a precos aliciantes...telefonas para la eles ficam com os teus dados e dizem "lamentamos...mas essa ja foi. mas se passar por ca temos varios a precos semelhantes". É assim que arranjam clientes.

Se fores ao gumtree encontras apenas 3...o mais barato é logo de desconfiar se é genuíno (pelos motivos que disse acima).
http://www.gumtree.com/double-room-flatshare/holborn

o mais barato é de 125pw (repara como é tao diferente dos restantes...e a 30s da estação? quando a esmola é grande...). isto dá 594£ por mes...sem despesas. Logo nenhum...nem nenhum dos sites se aproxima sequer dos valores que falas.

London Calling disse...


para te mostrar a credibilidade do gumtree (e o cuidado que deves de ter com ele) podes ver este que é 0£!
http://www.gumtree.com/p/flats-houses/free-appartment-for-female-for-free-in-central-london-postcode-is-wc1h-9aq/1010422848

A sério...como é que alguém mora em holborn pelo mesmo preço que um casal que conheci que partilhava casa com outros 2 em wimbledon ao lado de um cemitério a uns 20 min de bus de qualquer estação de metro...como?

Conheço quem tenha conseguido um estudio a 400 e um double bed a 500 com despesas. São os melhores negócios que conheci e têm já 2 anos de idade. O primeiro caso é de um casal que morar na zona 7 trabalha para um lar e a dona do lar é a dona do estúdio...
O segundo caso de alguém que ficou a morar na minha casa durante 2 meses até ter o flat ao preço que queria e foi viver com a senhoria depois de um amigo que já la morava lhe ter dito que ia sair (a casa nem chegou a ser aberta a propostas). O tempo é uma variável muito valiosa. Existem pexinchas ocasionais que não vão aparecer quando realmente precisas. Só para quem pode viver emprestado e sair sem qualquer stress...algo raro.

Podes ignorar o que te digo e fazer as pesquisas que quizeres. Mas pergunta-te. porque é que alguém vai morar em stockwell, brixton, hackney por muito mais que isso quando tem tão barato e tão central? Porque é que alguém vai morar para fora de londres (Chaford Hundred por exemplo) pelo preço que dizes ser o preço de central london? Só se for porque os londrinos são tudos muitos ceguinhos e é o esperto do tuga que se safa...só pode.

Morei no cacém 26 anos...sinto-me bem mais seguro aqui. Mas digo-te, nunca nesse tempo vi um cartaz de policia a dizer "wanted" a pedir informações para quem vi 3 tipos entrarem no supermercado encostarem a arma a cabeça de outro e manda-lo para o outro mundo...isso vi na minha primeira semana em Dalston. Ou a história de uma duzia de miudos que correram para dentro da estação de victora (semelhante a um Rossio) para esfaquearem outro até à morte. Os gangs aqui são algo serio. Quando ha uma noticia de alguém que foi esfaqueado não são festinhas...ele acaba na morge. É essa a grande diff, para mim, entre zonas chungas cá e aí. Podes andar a vontade com o teu iphone até ao dia em que corre mal...e quando corre é da pior forma.
Se poderes morar num sitio onde n corres tanto risco de um bebado te partir os dentes so porque sim. Ou um vizinho te entrar pela janela. Acho que vale a pena.

(a sério. Desejo-te a maior sorte e gostaria de saber o que conseguiste no final de contas. Mas estaria disposto a apostar que não conseguias nada decente até a zona 3 por 500£ com despesas...)

Catarina disse...

Londres é cara mas nada é impossível. Na casa onde vivia zona 2 menos de 10min de distancia de 2 estações de metro com victoria e piccadilly line mais national rail, pagava £610 por mês. A casa era boa partilhava com outras 4 pessoas (4 quartos no total, sala e cozinha) e não era habitação social. O motivo da renda ser "acessível" é o senhorio n se querer dar ao trabalho. Tem bons inquilinos q tratam de tudo, o contrato é com 2 pessoas as outras subalugam com conhecimento do senhorio.

As vezes é preciso ter sorte, mas como é óbvio, para ter sorte às vezes também é preciso ter tempo para andar à procura e n ter pressa para mudar (o q raramente acontece).

Não é impossível pagar £800 por um 1bedroom na zona 2 a 10 minutos de 2 estações de metro, e sem precisar de viver em council estates. Mas a probabilidade de tal acontecer é ínfima. Eu tenho essa sorte, o meu vizinho de baixo paga a renda média nesta zona... £1200 mês (e os apartamentos são do mesmo tamanho, com a diferença q o dele foi renovado e o meu não).

Por isso há sempre alguém que conhece alguém. E às vezes o alguém somos nós. Mas se diria que é provável conseguir este tipo de deal? Eu própria ainda não sei como tive esta sorte!

London Calling disse...

Concordo plenamente com o que disseste Catarina.
é ter sorte e ter tempo. e ambos são coisas raras em Londres.

uma casa com varios quartos consegue ter preços mais competitivos mas também é normal que sejam alguns quartos duplos ou que os flat mates tragam as namoradas/os...e aí torna-se tudo mais complicado.

eu lembro-me de ver uma casa grande e linda em kilburn (zona de merda) de ter de dividir com outros 6...ter soutiens espanhados pelos aquecedores e num dos frigorificos ter várias mensagens em letras garrafais "have some respect!" "clean up your shit!"... acho q é normal isso acontecer quando se partilha a casa com muita gente.

O curioso é a quantidade de tugas que acreditam que lá por conhecerem uma pessoa que se dá muito bem com os seus flatmates e ter uma renda de achado, isso ser regra. Será que um senhorio ao ver as rendas dos vizinhos aumentar vai ficar a pensar "estes inquilinos são simpáticos...vou congelar a renda"...

Joana disse...

Para efeitos de quem vier ver estes comenta'rios posteriormente, consegui quarto em Turnpike Lane, a 2 minutos do metro, a dividir com 2 raparigas, por £430 sem despesas incluidas.

London Calling disse...

Fiz google de turnpike lane bbcnews....este foi o primeiro resultado.
http://www.bbc.co.uk/news/uk-england-16843444
Vale a pena ver as zonas onde ocorreram os motins de londres em 2011 e confirmar que sao tb os locais com rendas mais em conta.

Fiz pequisa no zoopla por rendas ate 500 nessa zona e so vi 5 quartos...um que chegava mesmo a ser 325!
Outras zonas que acho de fugir aí à volta são seven sisters e victoria palace.

N cheguei a saber como é que a tua amiga tinha conseguido o tal flat de 500 em holborn...tb convem saber se o landlord n esta a subalugar um quarto numa casa que lhe é oferecida pela estado rent free...ha senhorios assim e no dia que são descobertos ficas na rua...

Na minha opiniao, rendas maravilha n sao a regra...mas é uma questao de cada um confirmar por si e ter em conta que n tem tempo infinito para ficar a espera da renda certa.

Popular posts

Followers :

Tags

Closed Stations

Tag Cloud

Music Portugal Gigs Tube City Life Cultures Banksy Street Art TV Elections Festival Holborn Sainsburys Workplace flat hunting Brexit Football Lisboa bicycle Eleições GDIF Snow Sport arquitectura BBC Britain Canary Wharf Charities Comedy Deolinda Emigration Greenwich Humour Photography commute wage Ahhhh Saudadeeeee Arte Beer Benfica Camden Town Chelsea Chinatown ClaphamJunction Emigrante English English People Euro Flu Graffiti Halloween Islington Movies NHS Old Street Olympic Games Oxford Street Rough Trade Royal Family Seinfeld Tax Tooting Trafalgar Square Urban Voo Weather theater Accent Anniversary Argentina Art Bank Bank Holiday Boat Race Brasil British Museum Buenos Aires Cambridge Christmas Lights Christmas Tree City Docs Drinks EasyJet Economics Entrevista Euro 2012 Europe Holiday Ice Impostos Iran Ireland Jornalismo Language Livros London Marathon Lost in translation MEC Marathon Meditation Metronomy National Insurance Number National Portrait Gallery Nevão New Oxford Street Notting Hill Oxford Circus Piccadilly Circus Pub Referendum Riot Roller skate Royal Weeding Santa Scotish Scotland Sintra South Bank TimeLapse Union Chapel Vencimento Volcano World Cup coffee cycle economy lux nurse AI Alain de Botton America Anarchy Ano Novo Chinês António Damásio Apple Arcade Fire Argos August Balham Barbecue Beach Beckett Bed and Breakfast Benefits Big Ben Big Train Blasted Mechanism Blitz Blur Boeing 747 Bomba Boobs Booze Boris Johnson Brighton Bristol Britcom Brixton Bus Business CCTV CSS CV Cannon St Caribou Cell Cerebro Champions League Charles Dickens Cheias Chevrolet Cicio Cities City Airport Cloud Clubs Colégio Militar Comic Relief Consulado Covent Garden Cowards Cricklewood Croydon David Bowie Deflation Dia de todos os Santos Dublin East London Edward Hopper Eficiencia Einstein Euro 2016 Eyjafjallajokull Facebook Fado Figo Filand Flatiron Flight Friends Gherkin God Goodbye Gray's Inn Guincho Harrods Helpfull History Homeless House MD Hugh Laurie IPad Iceland Income Tax Interpol Iphone Jamie Oliver Jeremy Clarkson Jessie J Jobs Jogging Jonathan Ross José Saramago KOKO Katie B Kings Cross Laughter Lewisham Leyton Lianne Las Havas Litle Britain London 2012 London Bridge London Dungeon London Eye London Film Festival London Sealife Love Lupini MOD MS Madame Tussauds Madeira Maria Rita Marylebone Massive Attack May Mayor Mercearia Michael C Hall Microsoft Momento alto Money Monty Python Moonspell Movember Moçambique Mumbai NIN NYC National Insurance Nero Nuclear O2Arena OK Go Organ Oxford Oyster Pancake Paquistan Paralympic Games Peckham Pink Floyd Pistorius Play-Doh Poetry Pompeia Pontos da Semana Poppy Porto Primitive Reason Putney RATM Randy Pausch Recital Rejection Letter Religion Remembrance Day Renting Return Robert Capa Rota do Chá Royal Guard Run Rush Hour Rússia Save Miguel Saúde Science Shard Sikh Simpsons Sky Slang Sleet Space SpaceInvaders Sport Relief Square Mile St Patrick's Day St Paul's Cathedral Staind Stamford Bridge Storm Stratford Street Poet Strike Subsídios Summer Sun SuperBock Surf Swearing TFL TV Licence TV ads Tank Man Tea Telemovel Tesco Thames The Portuguese Conspiracy The Scoop The Smiths Tiananmen Tories Tower Bridge Tremoço Twitter UK VAT Vertigo Volvo WakeUpLondon Walkabout Waterloo Wembley Wimbledon Winter climbing code dEUS didgeridoo discotexas flat mate geek living cost march moulinex news pastel de nata plugs and sockets protest skyscraper west end